domingo, 1 de setembro de 2013

Rapidinhas do Pura Política (02/09)

Covardia: O Ex-Vice-Prefeito de Itapissuma e Presidente Municipal do PSB, Carlos Pereira, tem sido vitima de ataques covardes nas redes sociais. Um perfil no Facebook intitulado "Itapissuma precisa saber", tem desferido toda sorte de ataques infundados contra o socialista, que não tem a menor possibilidade de defender-se, já que o tal perfil o bloqueou na rede social. Pereira, que é um dos principais nomes da oposição ao governo do Prefeito Cal Volia (PSDB), categorizou o fato como covarde e criminoso em uma postagem no seu perfil no Facebook.

Metendo bronca: A população de Itapissuma juntou-se a militantes do Movimento Sem Terra (MST) e saiu em protesto pelas ruas da cidade, na última sexta (30). Os manifestantes reclamam contra supostos desmandos nas administrações da família Volia (Paulo e Cal Volia, pai e filho, respectivamente), farras com o dinheiro público e o mal funcionamento de serviços públicos. Aliás, esta não em a unica manifestação deflagrada contra o Prefeito Cal Volia (PSDB), que recentemente enfrentou outro protesto, desta vez por parte dos servidores públicos e dos aprovados no concurso público da Prefeitura, que ainda não foram convocados. Tantos protestos, é sinal de que algo precisa mudar na condução do governo.

No meio do povo: O Presidente do PSB de Abreu e Lima, Fábio Gadelha, está literalmente no meio do povo. Tem sido presença constante em festas, comemorações e reuniões em Abreu e Lima, sendo quase onipresente. Isso é um indicativo de que mais do que votos, Fábio está de fato preocupado com o povo e com a realidade e anseios de Abreu e Lima, algo que é raro na política. O eleitorado está farto da política de última hora, daqueles que só chegam na porta da população no período eleitoral, e Fábio tem feito a lição de casa, sendo bem visto pela população.

Falando em Gadelhas: A disputa eleitoral de 2014, será no minimo interessante em Abreu e Lima. Com a candidatura certa do Ex-Prefeito Flávio Gadelha (PMDB) a uma vaga na Assembléia Legislativa e com a possibilidade crescente de uma candidatura do Presidente Municipal do PSB, Fábio Gadelha, também a Deputado Estadual, a eleição proporcional será tão (ou mais) disputada do que uma eleição para Prefeito. Digo até mais, a eleição para Deputado em 2014, é um termômetro para 2016. A conta é simples, quem for bem em 2014, está mais do que credenciado para o cenário político municipal em 2016.

Perguntar não ofende: Quando se fala em Abreu e Lima e Política, logo questiona-se sobre o que aconteceu com a polêmica judicial em torno do mandato do Prefeito Pastor Marcos José. Ele responde a um processo por uso da máquina pública e compra de votos nas eleições 2012 e até agora, não houve uma resposta da Justiça a denúncia do Ministério Público, que foi o que originou o processo. A questão agora é saber se a Justiça irá considerar o Pastor inocente ou culpado, e quando isso acontecerá. O Pastor mostra-se tranquilo e segue firme nas rédeas do município, enquanto a Justiça não se pronuncia.

Trabalhando duro: O Prefeito do Paulista, Júnior Matuto (PSB), tem trabalhado duro para colocar a cidade no caminho que deve seguir. Mesmo com pouco dinheiro e algumas dificuldades herdadas do antecessor, Matuto tem feito o que pode. Tropeços podem acontecer em toda gestão, mas o mais importante, é tentar achar o caminho certo e promover o crescimento e isso ele tem feito. Paulista precisa estar preparada para o desenvolvimento que já está em andamento e virá ainda mais nos próximos meses.

Só criticando: O esporte preferido do Prefeito de Igarassu, Mário Ricardo (PTB), tem sido criticar o seus
antecessor, o Ex-Prefeito Gesimário Baracho (PT). Este é apontado por Mário como o motivo para a estagnação do município nos últimos 9 meses, através de supostos "malfeitos" herdados da gestão de Baracho. Mário Ricardo também é campeão de impopularidade instantânea, tornando-se dono de rejeição popular e alvo de criticas contundentes na tribuna da Câmara Municipal de Igarassu.

Audiência Pública é realizada para discutir demora no atendimento dos bancos em Igarassu

Vereador Helmilton Beserra (PCdoB) - na tribuna- foi o propositor
da audiência pública. (Foto: Marcello Santana/Jornal PE da Gente)
Na tarde da última quinta (29), a Câmara Municipal de Igarassu realizou a audiência pública para debater a demora no atendimento nas agências bancárias de Igarassu. Realizada pela proposição do Vereador Professor Helmilton Beserra (PCdoB), a audiência foi um espaço para a constatação da insatisfação da população de Igarassu e região, que utilizam serviços bancários nas agências do município e enfrentam filas e uma espera absurdamente longa. Na presença do Presidente do PROCON Municipal, Nelson Galvão, do Sindicato dos Bancários de Pernambuco e de alguns gerentes dos bancos da cidade, o propositor da audiência, Vereador Helmilton falou da importância da participação do Poder Legislativo na ouvida dos anseios da sociedade que é prejudicada, desrespeitada e tem que perder tempo, confinada nas agencias, para ter acesso aos serviços bancários. Para o parlamentar, mais do que nunca, este é um momento para serem encontradas soluções para este problema. Além da demora no atendimento, a população colocou outros problemas no atendimento, como, a mau atendimento dos funcionários (que são muito mal treinados, diga-se de passagem), desconforto e a insegurança. 

A lei municipal que, regula o tempo de espera nos bancos em 15 minutos em dias normais e em 30 minutos para dias de grande movimento, é de autoria do Ex-Vereador Hebert Beserra e foi sancionada pelo então Prefeito (hoje Deputado Federal) Severino Ninho (PSB/PE). Na oportunidade, o Presidente da Câmara, Vereador Ademar de Barros (PDT), afirmou que também é vitima da falta de qualidade no atendimento das agências, relatando que passou cerca de 3 horas, para fazer uma atualização cadastral em sua conta, que durou cerca de 5 minutos. 

O Vereador Paulo Uchôa (PDT), também fez uso do espaço para pronunciar-se sobre o tema, categorizando como um "desrespeito dos bancos", o fato dos Bancos Itaú e Santander não encaminharem representantes para participar da audiência. A respeito dos problemas, Paulo Uchôa afirmou que só haveria duas soluções para que as questões começassem a ser resolvidas, ou aplica-se multas sobre os bancos, mexendo no bolso dos banqueiros, ou então, a população deverá protestar nas agências bancárias, o que causaria grandes tumultos. 

Diante das reclamações, os representantes não apresentaram nenhuma solução, restringidos a afirmar que lamentavam os fatos e que levariam as questões e reclamações colocadas para discutirem com as diretorias das instituições, em busca de soluções. Já o Presidente do PROCON de Igarassu, Nelson Galvão, fez criticas e apontamentos contundentes a cerca dos atendimentos nos bancos, afirmando que é preciso muito mais do que multas para punir quem desrespeita os direitos dos cidadãos, assegurados pela legislação vigente, afirmando ainda que é preciso que sejam disponibilizado um efetivo de funcionários maior, para melhor atender os usuários. 

De toda forma, a audiência serviu para que a sociedade pudesse expressar a sua insatisfação, com a situação dos Bancos, problema antigo não só em Igarassu, mas em todo o Brasil. É importante que o povo seja ouvido e respeitado, mas acima de tudo, que a lei municipal criada para regular a conduta dos bancos, não seja apenas "pra inglês ver". O poder público precisa agir e a população cobrar e protestar. Os Vereadores de Igarassu estão de parabéns, sobretudo, o Vereador Helmilton que propôs a audiência e tem tido uma atuação parlamentar destacada e coerente. Agora é a vez dos bancos colocar em prática, as tais soluções que prometeram encontrar. Estamos no aguardo. (R. A.) 

Armando Monteiro: “Pernambuco ainda tem muitos desafios pela frente”

Senador deixa mais do que claro, a sua intenção de disputar
o Governo de Pernambuco em 2014, com ou sem o apoio de
Eduardo (Foto: José Alves/divulgação)
Senador elogia papel fundamental do ex-presidente Lula e Eduardo Campos para o Estado e diz que processo de desenvolvimento precisa se tornar perene.

Caruaru - Pernambuco avançou, mas é preciso que este processo de desenvolvimento se torne permanente. Este foi o conceito-chave do discurso feito pelo senador  e presidente estadual do PTB, Armando Monteiro, no encerramento do encontro de vereadores do partido que reuniu mais de 700 pessoas nesta sexta-feira (30), em Caruaru. Além dos legisladores municipais, o partido demonstrou força ao atrair para o encontro prefeitos, vice-prefeitos, deputados federais e estaduais e lideranças politicas de diversos partidos da Frente Popular de Pernambuco.

“Nós temos muito o que fazer para que esse processo de desenvolvimento de Pernambuco possa se perenizar, de modo a incluir uma grande parcela de pernambucanos que ainda estão à margem. É isso o que hoje nos aflige. E é isso o que o PTB de Pernambuco discute, para oferecer ao Estado uma proposta alicerçada numa visão de futuro. Não é justo que o pernambucano do Sertão tenha um terço da renda do pernambucano do Recife e da Região Metropolitana. Não podemos ter pernambucanos de duas ou três categorias. É preciso distribuir melhor o desenvolvimento”, declarou o senador Armando Monteiro.

Armando também citou como exemplos de desafios indicadores econômicos que podem ser melhorados, como o fato de o Estado representar apenas 2% da economia do pais, de responder por 0,5% das exportações brasileiras, e de estar em 19º lugar no ranking do índice de desenvolvimento humano municipal (IDHM) do país.

Ressaltando que o PTB tem compromisso com o processo de mudança e modernização que o estado vive, Armando lembrou que esta é uma construção que contou com o apoio fundamental do ex-presidente Lula e com o dinamismo e capacidade de articulação do governador Eduardo Campos.

“Todos sabem que até duas décadas atrás, Pernambuco vivia um período de estagnação. Nós mesmo ficávamos constrangidos quando se fazia uma comparação entre Pernambuco, a Bahia e o Ceará. Mas graças a Deus, por uma feliz convergência de circunstâncias, pelo trabalho do povo dessa terra, junto com as suas lideranças, nós pudemos recuperar pouco a pouco o papel que Pernambuco tem, de liderança e de grandeza, no cenário regional. Pernambuco voltou a ser uma referência. E para isso nós contamos com a ajuda decisiva desse grande brasileiro que foi o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em cada um dos grandes projetos de Pernambuco há uma palavra, há uma decisão, há uma lei, há uma indução, tem um braço do governo federal, que foi fundamental para que Pernambuco viabilizasse essas conquistas”

Sobre o governador Eduardo Campos, o senador falou:

“Mas o PTB de Pernambuco tem que ser justo para reconhecer o extraordinário papel desempenhado pelo governador Eduardo Campos, que valorizou com a sua competência essa parceria. Foi graças ao seu dinamismo, a sua capacidade de poder reunir as forças políticas, que Pernambuco pôde avançar de forma tão extraordinária nos últimos anos”.

O encontro de vereadores do PTB serviu para mobilizar a militância do partido para o processo final de filiações partidárias, que termina no próximo dia 04 de outubro. No evento, os vereadores também foram informados da criação de novos grupos de representação setorial do partido - PTB Jovem, PTB Mulher e PTB Empreendedor - e assistiram a uma breve apresentação do site que esta sendo produzido pelo partido para intensificar o diálogo com os vereadores e demais filiados em todo o Estado.

Assessoria do Senador da República, Armando Monteiro Neto (PTB-PE)

Poucos encaminhamentos e muita desconfiança na 1ª reunião da FTPL com Vereadores do Recife

Frente de Luta pelo Transporte Público se reúne com
comissão de Vereadores para tratar de CPI dos Transportes
e Passe Livre. (Foto: Portal G1/Luna Markman)
Após audiência pública, ocupação, palavras não cumpridas, protestos e a repetição das cenas de repressão policial violenta, eis que a Câmara Municipal finalmente entra numa rota de diálogo efetivo. A comissão especial da Câmara de Vereadores do Recife, criada unicamente para analisar o sistema tarifário adotado pelo Consórcio Grande Recife, ainda mantem-se em silêncio a cerca da instauração de uma CPI que vá a fundo de fato, na investigação das licitações e contratos firmados com as empresas de transporte, bem como nos gastos do Consórcio e que finalmente, trate da implementação do Passe Livre, historicamente reivindicado pelos movimentos sociais e ultimamente, com ainda mais afinco. Os protestos a cerca do Passe Livre em Recife, impulsionados pelo o movimento nacional das ruas desde meados de junho, só reforça algo a muito constado: A população está insatisfeita com o transporte público e a tarifa é um assalto ao bolso da sociedade. E isso sem falar da péssima qualidade do serviço prestado, algo que também não é novidade alguma.
A comissão de Vereadores se reuniu na última sexta (30) na sede da OAB/PE, com a Frente de Luta pelo Transporte Público (FLTP), que tem encabeçado as últimas movimentações a cerca do tema e tem sido atuante e participativa nas mobilizações. Logicamente, era esperada algum encaminhamento ou direcionamento do que de fato seria feito sobre as reivindicações, porém, o que se viu foi corpo mole mesmo, ou então, muita (mas muita mesmo) cautela a respeito da matéria. A comissão que foi criada em 13 de agosto, surgiu para mediar o empasse criado e agravado com o indeferimento do pedido de CPI dos Transportes no último dia 21 de agosto, que terminou com vandalismo de marginais (sim, esse é o termo apropriado pra quem se infiltra em manifestações de reivindicação para cometer crimes), e com a ação desproporcional do Batalhão de Choque, que utilizou-se de todos os instrumentos de repressão violenta. 
Mesmo com a divulgação maciça nas redes sociais e mídia, a comissão de Vereadores fez questão de solicitar oficialmente a pauta da Frente de Luta para uma discussão interna, com o compromisso de haver um novo encontro com a comissão no próximo dia 12 de setembro, e o que se espera é que não se repita o que houve com a promessa do Presidente da Câmara, Vicente André Gomes (PSB), que prometeu diálogo e não cumpriu. O que se enxerga nisso tudo, é que a comissão é bem intencionada, afinal, eles mesmos estabeleceram uma meta de trabalho, para que em 45 dias seja apresentado o relatório de conclusão,bem diferente do prazo regimental de 90 dias, prorrogáveis por mais 90. Existe uma intenção de trabalho sério e o que ameniza a aparência do "deixa disso", passada na 1ª reunião. Para o Presidente da Comissão, Vereador Jayme Asfora (PMDB), é preciso debruçar-se sobre os assuntos: "Por enquanto, não temos uma posição sobre esses dois itens [CPI e passe livre], até internamente há divergências. Nós vamos nos debruçar sobre esses assuntos, inclusive, ouvindo outros segmentos, como o [Consórcio] Grande Recife, os empresários de ônibus, especialistas, para trazer uma contribuição efetiva, propor soluções", em fala ao portal G1.
A comissão que é composta por Isabella de Roldão (PDT), Raul Jungmann (PPS), Eurico Freire (PV), Marco Aurélio (PTC), Wanderson (PSDB) e Jurandir Liberal (PT), promoveu a reunião de mais de 2 horas de duração, como uma forma de hastear uma bandeira de paz, após a tensão dos últimos dias, que travou o diálogo entre ambas as partes. Estive com pessoalmente com Raul e Asfora, no dia 22, e pude notar que ambos querem chegar a uma solução, mas pra quem de fato seria esta solução? Não serei eu a apontar qual dos Vereadores de fato está disposto ao trabalho duro e quem só quer ganhar tempo pra remediar a questão, mas o fato que mesmo tendo sido formada com o intuito de acelerar os processos da CPI e do Passe Livre, a comissão, seus membros e seus trabalhos, aparentemente, são vistos com desconfiança (muita desconfiança) pelos membros da FLTP, que estão escaldados depois do episódio com Vicente André Gomes e prometem discutir a 1ª reunião com os Vereadores numa plenária com toda a Frente. 
Outro ponto de repúdio (justo repúdio), foi o fato de que a reunião com a comissão de Vereadores ter ocorrido na sede da OAB/PE e não na Câmara de Vereadores, que tem limitado a entrada de visitantes na sede, desde a ocupação, sendo inclusive ressaltado o fato de que, a entrada de membros da Frente tem sido barradas até em audiências públicas da Câmara. Jayme Asfora, afirmou que a intenção é de que os próximos encontros seja na Casa e que o trabalho não seja interrompido, mas sobretudo, que o acesso de estudantes e membros da FLTP/PE não seja mais barrada. Afinal de contas, a Câmara é ou não é a "Casa do Povo", ou seria este mais um nome bonito apenas? Estamos no aguardo. (R. A.) 

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Rodolfo Albuquerque entrevista o Deputado Federal João Paulo (PT/PE) no blog Pura Política

Em clima amistoso, João Paulo recebeu Rodolfo em seu escritório
político em Recife no último sábado (24/08).



No último sábado (24/08), o Deputado Federal João Paulo (PT/PE) me recebeu em seu escritório político, para conceder uma longa entrevista ao blog Pura Política, onde falou sobre a vida, o inicio da militância política, sobre a gestão de 8 anos a frente da Prefeitura do Recife, sobre o trabalho como Deputado Federal, sobre o PT e sobre as suas expectativas para 2014. Recentemente, foi divulgada em blogs de renome estadual como o Blog do Magno Martins e o Blog de Jamildo, uma pesquisa em que João está liderando as pesquisas de intenção de voto, ao lado do Senador Armando Monteiro (PTB), pelo Governo de Pernambuco. De perfil conciliador, João Paulo acredita que a Frente Popular de Pernambuco deve permanecer unida e que o Governador Eduardo Campos (PSB), deverá apoiar a candidatura à reeleição da Presidenta Dilma Rousseff (PT).

Confira tudo nesta entrevista EXCLUSIVA com o Federal de Pernambuco:

                       
                       

terça-feira, 23 de julho de 2013

A CASA CAIU: Gilberto Lopes sai da Secretaria de Governo de Itamaracá

Gilberto Lopes (PCdoB) deixa a Secretaria Municipal
de Governo sob forte desgaste político. Em Itamaracá
a dúvida é se ele ainda ficará usando a RANGER BRANCA
após deixar a Secretaria. (Foto: Pura Política - 2012)
Não se fala em outra coisa na Ilha de Itamaracá. Gilberto Lopes (PCdoB) não é mais o Secretário Municipal de Governo de Ilha de Itamaracá desde o último fim de semana. A notícia q
ue se proliferou pela Ilha desde segunda (22), virou tema de conversas e discussões nos quatro cantos da Ilha, no meio político e sobretudo, entre a população em geral, que em grande maioria comemora a notícia. Segundo amigos e pessoas próximas a Gilberto, ele deixou o cargo por motivos pessoais: “Ele já estava muito cansado e também precisava cuidar da saúde”, afirmou um amigo do Ex-Secretário, mas ainda há muita especulação sobre a real motivação do fato.

Um dos principais motivos apontados por algumas pessoas do meio político e pela população, seria o desgaste político crescente de Gilberto, que a frente da pasta, desagradou a muitos e gerou alguns problemas, graças alguns de seus atos e atitudes como, influenciar a nomeação de várias pessoas de sua família para ocupar cargos no 1º e 2º escalão do Governo Municipal, além de ter sido um dos primeiros a receber uma das famigeradas “Rangers Brancas”, ato que foi repudiado pela população de Itamaracá, em vista do altíssimo custo destes veículos a máquina pública. Embora ainda não tenha acontecido nenhum tipo de informe oficial, comenta-se na cidade que já estão até cogitando possíveis nomes para ocupar a Secretaria.


Gilberto foi o Coordenador Geral da campanha vitoriosa do Prefeito Paulo Batista (PTB), e foi o seu braço-direito desde a pré-campanha, onde conduziu as articulações e alianças da campanha de perto, e desde então, já causava descontentamentos entre membros do próprio grupo. Sempre foi tido por muitos do meio político como alguém extremamente impopular e distante da realidade do povo Itamaracaense. Logo quando assumiu a Secretaria de Governo, baseou sua atuação em defesa da atual gestão, através de ataques abertos a gestão do Ex-Prefeito Rubinho Catunda (PT), a fim de justificar as incontáveis falhas da gestão do Prefeito Paulo Batista, que tem mudado a qualidade de vida do povo de Itamaracá para pior. Após 7 meses à frente pasta, deixa o Governo com um capital político bem reduzido e desgastado e deixa como legado administrativo, apenas o fato de que vários parentes ainda estão fazendo parte da gestão. (R. A.)

domingo, 14 de julho de 2013

Em Itapissuma, servidores e concursados não convocados estão revoltados com Cal Volia

Servidores protestaram contra desmandos no trato
com o funcionalismo em Itapissuma (Foto: Pura Política)
Na última quinta (11), ocorreram manifestações em todo o Brasil, convocadas por diversos movimentos sociais e sindicatos e em Itapissuma não foi diferente. O Sindicato dos Servidores Públicos de Itapissuma, juntamente com professores e trabalhadores da Educação, realizaram um grande protesto que saiu pelas ruas da cidade chegando a Prefeitura de Itapissuma, com mais de 200 manifestantes presentes. O motivo da manifestação é o fato absurdo da não-convocação pela Prefeitura dos professores aprovados em concurso realizado no ano passado, bem como a situação calamitosa das escolas de Itapissuma e a imoral lei nº 846/2013, encaminhada pelo Prefeito Cal Volia (PSDB) e aprovada pela Câmara Municipal de Itapissuma, que reduz em 35% o salário dos servidores, com o corte de uma gratificação.

Segundo o Professor Fred, um dos líderes da manifestação, a Prefeitura de Itapissuma não realizava um concurso público desde 1998, o que acabou por abarrotar a máquina pública de servidores que trabalham através dos “contratos temporários”, o que prejudica muito, o bom andamento dos serviços do município. Em 2011, atento a essa situação em Itapissuma, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) através da RI 07/2011, determinou à Prefeitura Municipal que fosse realizado um concurso público no município, sendo o fato tratado como insustentável pelo Tribunal, que ainda estipulou uma multa e o enquadramento do ato como improbidade administrativa, caso o processo seletivo não fosse realizado. Na ocasião, Volia ainda assinou um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) junto ao TCE, que determinou expressamente no documento que assim que fossem obtidos os resultados do concurso, deveria ocorrer a substituição imediata dos servidores contratados pelos servidores aprovados no concurso. 
Manifestantes levaram muitas faixas, cartazes e vestiam
preto, usando narizes de palhaço. (Foto: Pura Política)

No dia 02 de maio de 2013, o Prefeito Cal nomeou 68 dos 128 professores aprovados no concurso realizado em 2012 e usou como justificativa a afirmação de que não haveria a necessidade da contratação de todos os aprovados, num ato de desrespeito com aqueles que estudaram dias e noites em preparação para o concurso e que foram aprovados, mas sobretudo, uma falha gravíssima com a máquina pública e um desrespeito com o povo de Itapissuma, já que é notória a existência de um número excessivo de contratados.

Pior do que isso é que, acaba por ser estabelecida uma relação de submissão política dos contratados, que devem obediência ao Prefeito e seus aliados como “cabos eleitorais”, segundo a carta aberta divulgada pelos servidores durante a manifestação, que ainda informa que, os professores que trabalham em Itapissuma através destes contratos, recebem apenas um salário mínimo (valor em torno de R$ 670,00), valor abaixo do piso salarial dos professores, que foi reestabelecido em 2012. Ainda foi salientado na carta que, os servidores contratados também estão sendo “lesados e escravizados”, pois não recebem o 13º salário e as férias, o que é ilegal e inconstitucional.
Manifestantes fecharam a ponte de acesso a Ilha de
Itamaracá. (Foto: Pura Política)

Já a lei nº 846/2013, que prevê uma redução de 35% no salário total dos servidores, é encarada pelos servidores como uma manobra política para desmotivar os aprovados em concurso a assumirem seus cargos, em função do baixíssimo salário e manter a Prefeitura abarrotada de servidores contratados. Vale salientar que este projeto foi aprovado por unanimidade pela Câmara, com o voto dos Vereadores Lukinha (PSD), Rubens Cestil (PTB), Derek de Pacaru (PSDB), Massilon (PSDB), Fábio Bento (PSDB), José de Irmã Teca (PMN) e Irmã Adeilda (PSDB), que recebem um salário de R$ 6.000,00, quase 10 vezes mais que um professor da cidade. Essa aprovação foi outro fator de revolta dos professores, já que foi previsto no edital do concurso o salário a ser recebido pelos aprovados e que foi reduzido através da referida lei, antes mesmo da posse dos aprovados: “Isso é um salário de miséria e que desmotiva o professor a trabalhar”, afirmou o Professor Fred.

É simplesmente lamentável que nos dias de hoje, em que a educação é uma pauta prioritária para estados e municípios, Itapissuma se encontre neste grau de deficiência e sobretudo, que tenha chegado a esse ponto de desrespeito à lei e ao funcionalismo público, onde o Prefeito Cal nem sequer escuta os manifestantes ou busca uma conciliação. Estamos no aguardo. (R. A.)

Fábio Gadelha: A nova força política do Litoral Norte de Pernambuco

Fábio Gadelha, Presidente do PSB de Abreu e Lima,
foi de mesa em mesa durante o Forró do PSB, agradecendo
a presença do público presente.
O Presidente do PSB de Abreu e Lima, Fábio Gadelha, tem despontado nos últimos meses como uma alternativa política real e viável para o Litoral Norte de Pernambuco nas eleições 2014. Embora Fábio prefira adotar a sua caminhada política pela paciência e certa discrição, pessoas próximas e aliados políticos dão como certa a candidatura de Fábio a Deputado Estadual no próximo ano, o que é bastante justo, já que Fábio é jovem, equilibrado, preparado e reúne todas as condições favoráveis para liderar uma candidatura altamente competitiva, sobretudo em Abreu e Lima, onde sem dúvidas será representará um forte contraponto a candidatura do Ex-Prefeito de Abreu e Lima, Flávio Gadelha (PMDB), que é tido por muitos como donatário da Prefeitura de Abreu e Lima, mesmo “afastado” da Prefeitura.

Um sinal de que Fábio é um nome promissor e que aglutina, é grande participação popular durante o “Forró do PSB” que foi realizado no último dia 26 de junho, e reuniu cerca de 350 pessoas, que fizeram questão de prestigiar o evento numa quarta-feira chuvosa, e foi gente de Abreu e Lima mesmo, em todos os seus recantos, num feito incomum para alguém que está fora da máquina pública há quase 10 anos: “A participação foi muito boa. Quem foi até lá, foi o povo de Abreu e Lima e todos aqueles que acreditam que é possível novo caminho. Mas sobretudo, foi uma oportunidade de rever a todos os nossos bons amigos de Abreu e Lima”, avaliou Fábio, que tem participado ativamente da vida do município, fazendo visitas e participando de eventos, numa rotina cada vez mais intensa.


Mais do que tudo isso, Fábio vai ocupar um espaço político que lhe é de direito, onde poderá trilhar um caminho político promissor, que não se resumirá numa candidatura em 2014. Em qualquer cenário que possa ser previsto, Fábio só vai crescer, e digo mais, ele se colocará naturalmente numa posição privilegiada no cenário político local. Estamos no aguardo. (R. A.)

terça-feira, 9 de julho de 2013

Rapidinhas do Pura Política (09/07)

ESSE NÃO DESISTE... : O Ex-Governador de São Paulo, José Serra (PSDB) tem parecido recluso do cenário político, após perder a eleição para Prefeito de São Paulo em 2012, para o então desconhecido no mundo das candidaturas, o Ex-Ministro da Educação Fernando Haddad (PT). Mas engana-se quem pensa assim. Serra teria se reunido na semana passada, com o Presidente nacional do PPS, o Deputado Federal Roberto Freire (PPS/SP), e teria mostrado um interesse irremediável de disputar pela 3ª vez a Presidência da República em 2014. A intenção de Serra, é disputar pelo futuro MD, partido que surgirá da fusão do PPS e PMN, e o que pode ser considerado como motivo para reacender a chama em José Serra, seria uma pesquisa divulgada recentemente em que ele apareceria empatado com Marina Silva (REDE) na segunda colocação, a frente do Senador Aécio Neves (PSDB) e do Governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB).

...E EDUARDO PODE SER PREJUDICADO: Quem paga o pato no caso da candidatura de Serra, será o Governador Eduardo Campos (PSB), que no bastidores tem levado um romance pra lá de adiantado com o PPS, que junto com o PMN, dará origem ao MD. Já que Serra seria candidato pela nova sigla (que hoje poderia compor uma coligação em torno de uma possível candidatura presidencial de Eduardo), Campos assim perderia um partido em sua possível base, que representaria a perca de um considerável palanque e capital político, além de tempo no guia eleitoral, que será a principal arma de Eduardo para tornar-se mais conhecido no Brasil. O fato é que numa candidatura emergente, como a de Eduardo, isso seria muito prejudicial.

TRANSPORTE PÚBLICO DE MÁ QUALIDADE PODE FAZER MAL A SAÚDE: É o que diz especialistas e integrantes do Movimento Passe Livre (MPL). Segundo uma análise bastante criteriosa, os efeitos negativos de um transporte público caro e de má qualidade, como é o caso em todo Brasil (sobretudo em Pernambuco), não estão limitados a mobilidade urbana, pelo o contrário. Áreas vitais para o ser humano como a saúde podem ser afetadas, até porque, a mobilidade urbana é ligada diretamente à qualidade de vida do cidadão, e portanto, um transporte público ruim pode fazer muito mal a saúde, sendo um dos principais causadores de estresse e desgastes emocionais desnecessários. Sendo isso uma realidade cotidiana, poderá futuramente ser um fator de doenças mais sérias, afinal de contas, ficar sacolejando dentro de ônibus hiper-lotados e desconfortáveis por natureza, muitas vezes em pé por uma ou duas horas, não pode fazer bem a saúde né? Depois, tem gente que reclama porque tanta gente reclama do transporte público e adere as manifestações.

LITORAL NORTE NA FENEARTE: Os artistas e artesãos do Litoral Norte estão presentes em peso no 14ª FENEATE, que está acontecendo no Centro de Convenções. Mais do que um espaço para fechar bons negócios, a FENEARTE é um espaço importantíssimo de divulgação e promoção da nossa arte. Sem dúvidas, a nossa região está bem representada por um elenco de grandes talentos. Ainda nesta semana, este blogueiro que vos escreve irá ao local do evento, para conversar com os nossos artistas.

ANUNCIADOS INVESTIMENTOS NO TURISMO DO LITORAL NORTE: Recentemente, o Secretário Estadual de Turismo, Alberto Feitosa (PR), anunciou uma série de investimentos em Itapissuma, Igarassu e na Ilha de Itamaracá, com o objetivo de alavancar o turismo do Litoral Norte, num valor total de R$ 24 milhões de reais. A requalificação da PE-035, bem como o trecho da BR-101 Norte, passando por Igarassu, Itapissuma e Itamaracá, restauração da pavimentação de vias importantes, serviços de drenagem, fazem parte do pacote de obras previsto, assim como a construção de obras de arte complementares e serviços de sinalização. Além dos turistas que irão no visitar, os mais de 150 mil habitantes dos três municípios também serão beneficiados. Dentro das ações previstas, está a implantação de uma rodovia estadual vicinal, que dará acesso às Praias do Sossego, Enseada dos Golfinhos e Pontal da Ilha.

FALSO MORALISMO? : O Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ministro Joaquim Barbosa, crítico dos gastos do Judiciário e defensor da moral e ética, recebeu recentemente a pomposa quantia de R$ 414 mil reais do Ministério Público Federal (MPF), devido ao controverso benefício de “Auxílio-moradia”, pago também a Deputados e Senadores. O benefício criado nos anos 90, a fim de equiparar ao benefício pago a parlamentares, e chamado de “Parcela Autônoma de Equivalência ou PAE” e já foi pago a 604 membros do MPF, inclusive Barbosa. Ao todo, o PAE já custou R$ 150 milhões de reais aos cofres públicos.

ATÉ TU BRUTUS? : Até o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), principal órgão fiscalizador da sociedade, está na mira quando o assunto é o excesso no uso do dinheiro público. De acordo com o Jornal do Commércio, agora, o MPPE vai pagar o “Auxílio-Alimentação” aos seus Promotores e membros. O valor? Exatamente R$ 1.068,00, o que daria mais de R$ 50 reais por dia útil. Num comparativo bem chato, enquanto Promotores recebem R$ 1.068,00 apenas para a alimentação, um Professor da rede estadual tem um salário inicial de pouco menos de R$ 1.000,00. Esse benefício seria pra lá de justo, se o Professor também tivesse direito, afinal de contas, foi o Professor que formou o Promotor desde o be-a-ba, mas logicamente como isso não vai acontecer, as refeições de quem recebe esse “auxílio” devem ser bem indigestas... Pra gente.

JUSTIÇA SEJA FEITA: Falando em benefícios descabidos, a Câmara dos Deputados tem o chamado auxílio-paletó, pagos na forma de um 14º e 15º salários, em mais um gasto absurdo, pago com o dinheiro dos nossos impostos. O Deputado Federal Severino Ninho (PSB/PE) foi o 2º parlamentar em todo o Brasil, a abrir mão do benefício (deles) em todo Brasil, numa atitude louvável. Hoje, a discussão da matéria já está avançada e caminha a passos largos para que o benefício seja definitivamente extinto, mas quem abriu mão do benefício antes mesmo de ele ser extinto, merece a nossa lembrança.

NEM PENSAR! : Foi o que a Presidenta Dilma Rousseff (PT) deixou claro no último sábado (06/07), quando em nota divulgada à imprensa quanto a mudanças no seu ministério: “Não haverá mudanças ministeriais. Dos meus ministros, espero a determinação para manter o Brasil no caminho do crescimento, da inclusão, da geração de emprego e renda e da estabilidade econômica.”, afirmou a Presidenta em nota veiculada no Blog do Planalto. Dilma ainda aproveitou para cobrar da atual equipe a realização dos cinco pontos acordados com os Governadores e Prefeitos, para atender as principais reivindicações dos protestos realizados Brasil afora.

PLIM-PLIM BARBOSA: O mais novo contratado da Rede Globo é Felipe Barbosa, filho de nada mais nada menos do que, Joaquim Barbosa, Ministro e Presidente do STF. Felipe, que é formado em comunicação social, entrou para a equipe do programa “Calderão do Huck”, mas teve a sua contratação inicialmente negada pela Globo e membros da equipe do programa, com a alegação que Felipe foi apenas visitar o PROJAC no Rio de Janeiro. Logo depois, a Globo confirmou a contratação e mais: Joaquim Barbosa e o filho, foram assistir a final da Copa das Confederações no camarote de Huck e da sua esposa, a também apresentadora global, Angélica. Pra completar, quem pagou a conta da viagem foi o STF.


segunda-feira, 8 de julho de 2013

Em Brejo da Madre de Deus, Roberto Asfora é eleito Prefeito com votação consagradora

Roberto Asfora (PSDB) obteve 2.500
votos a mais do que o 2º colocado.
(Foto: Assessoria  de Roberto Asfora)
O tucano Roberto Asfora (PSDB) é o mais novo Prefeito de Brejo da Madre de Deus, eleito em eleição suplementar realizada no último domingo (07/07). Asfora obteve 12.835 votos (ou 55,46%), ganhando a eleição do Presidente da Câmara Municipal, Vereador Hilário de São Domingos (PSDC), que obteve 10.306 votos (ou 44,54%). No total, 29.241 eleitores estavam apto ao voto. O novo pleito ocorreu porque o Prefeito reeleito em 2012, José Edson de Souza (PTB), teve o seu diploma cassado pelo de TRE-PE em 16 de abril, em decorrência da condenação por um processo de uso da máquina pública em benefício próprio.

Num pleito bastante tranquilo, sem nenhum registro de violência ou compra de votos, Roberto Asfora foi consagrado nas urnas e tem agora a missão de mudar o município para melhorar, atendendo aos anseios do povo de Brejo. Logo quando foi declarado o resultado, Asfora fez questão de reafirmar os seus compromissos de campanha: “O primeiro passo a ser tomado é reinserir a cidade no rumo do desenvolvimento. Inicialmente, daremos a atenção para as áreas da saúde, educação e assistência social. Iremos trabalhar para dar ao povo de Brejo da Madre de Deus, todo o carinho necessário para que a cidade volte a ser o exemplo que um dia já foi, principalmente no setor da saúde".


Roberto Asfora fez questão de agradecer ao povo, indo a sede do município, onde uma multidão amarela – cor da campanha de Asfora – o recebeu com carinho, dando apoio total ao novo Prefeito. Boa sorte ao novo Prefeito! (R. A.)

Em Paulista, Prefeito Júnior Matuto comanda o monitoramento dos recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal

Prefeito Júnior acompanha de perto as ações
(Foto: Almir Martins)
Na última quarta (03/07), o Prefeito do Paulista Júnior Matuto (PSB) coordenou a primeira reunião de monitoramento da aplicação dos recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM). A previsão de investimentos é de R$ 4,6 milhões de reais na educação e saúde, e o Prefeito Júnior fez questão de apresentar ao secretariado as ferramentas que serão usadas pelo Governo Municipal no acompanhamento das várias metas que foram pactuadas com o Governo do Estado. O trabalho que está sendo direcionado pela Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão, está adotando um estilo de trabalho bem semelhante ao adotado pelo Governador Eduardo Campos (PSB), num acompanhamento passo a passo das ações propostas.


Foram encaminhados 24 planos de trabalho com o compromisso de reestruturar a rede municipal de saúde e educação, com o objetivo de possibilitar reformas, requalificações e construções de hospitais e escolas. Júnior Matuto afirmou que nas próximas semana, dará continuidade ao monitoramento das ações de cada Secretaria de Governo no 2º semestre, através da realização de reuniões periódicas, após ao expediente de trabalho, a fim de manter o foco da gestão nas metas com a sociedade. E com ações como estas, O Prefeito Júnior está mostrando que leva a sério os compromissos de melhorias reais assumidos com a população e de fato, isso simboliza a promessa de tempos melhores para o povo do Paulista. Estamos no aguardo. (R. A.)